Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Assine nossa newsletter

Últimas notícias

Vídeo em destaque

Evento reforça a necessidade de conhecer Jesus para a boa prática de fazer discípulos

Sob o tema Mais de Cristo na vida, Mais de vidas para Cristo, foi realizado o IV Congresso Regional de Discipulado da 1ª e 7ª Região. O evento, organizado pela Secretaria Regional de Discipulado, sob a liderança da pastora Carla Simone Ferreira Alves Rosa, aconteceu na Escola de Missões, em Teresópolis (RJ).

A programação, desenvolvida entre 9 e 11 de setembro, contou com a participação dos bispos Paulo Lockmann, Paulo Rangel (eleito para a 1ªRE), e Mano Siqueira (eleito para a 7ª RE), além da pastora Rosângela Novato (4ª RE).

O bispo Paulo Lockmann, que está à frente da 1ª e 7ª RE até o final do ano, em sua ministração, a partir de João 1.29, que diz: “no dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!”, exaltou a importância de Jesus na vida do homem mostrando como a Bíblia O apresenta. Ao longo de sua mensagem, o bispo fez referência a outras citações bíblicas a fim de mostrar quem é Cristo a partir da experiência do evangelista João. Para Lockmann, conhecendo mais sobre Jesus, é possível ter o Filho de Deus mais presente dentro de si. A partir disso, o cristão poderá envolver-se mais no processo de crescimento da obra do Senhor por meio do discipulado.

A partir da Parábola do Filho Pródigo, registrada em Lucas 15.11-32, bispo Paulo Rangel discorreu sobre aqueles que estão no mesmo espaço físico, mas não vivem o ambiente do discipulado, como o filho que resolveu sair da casa paterna. No entanto, ele destaca que o fato de o pai ter recebido com amor o jovem que voltou arrependido revelou o caráter do filho mais velho. Comparando com a vida ministerial, o bispo comentou que, a semelhante do irmão do pródigo, quando um líder é contrariado, o caráter dele também é revelado. Com essa explanação, ele alertou os presentes sobre cuidado ao lidar com as pessoas por se tratarem de almas, observação muito pertinente para a prática do discipulado.

Com base em João 1.1-3, o bispo Mano começou sua ministração. Diz o texto: No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. Além dessa citação, ele fez menção aos versículos 10 a14 do mesmo capítulo e também ao livro de Atos (1.18). A partir da análise dessas referências, o bispo comentou que, para ele, discipulado pode ser definido como “Seguir a Cristo”. No entanto, ele defendeu, entre outras coisas, que para falar de Jesus é necessário primeiro conhecê-lO, sendo o discipulado um espaço para isso.

Já a pastora Rosângela Novato pôde compartilhar sua experiência ministerial e sobre a construção de um templo por meio de uma mensagem focada na necessidade de o líder ter uma visão de Deus para entender o propósito dEle para a obra. Ela destacou que a liderança deve ter um alvo que vá além dela mesmo. Se assim não for, a fé não será necessária para alcançá-lo. No entanto, é preciso ter uma visão, compreendê-la e saber aonde ela irá levar.

 

Veja também

Campo Missionário Sal da Terra: Testemunho sobre discipulado

tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1