Evangelização a mulher encarcerada em parceria com a Sociedade de Mulheres

Diversos desafios estão postos diante de nós como Igreja de Cristo Jesus a espera de nossa resposta com a ousadia e fidelidade a nossa vocação. Nos últimos 16 anos aumentou a população de mulheres presas em 680% no Brasil. Temos hoje a 4º população mundial feminina encarcerada no mundo.

Desrespeito a lei de Execução Penal e número abusivo de presas provisórias (muitas já com direito a cumprir a prisão em regime aberto, mas que ainda continua na tranca) são comuns nas unidades penais.

Sinal claro do desrespeito por parte do Estado para com os familiares de quem se encontra preso é o esgoto que corre aos pés, de quem se encontra no local destinado a espera para entrar na visita na portaria do Complexo penitenciário de Bangu.

A Pastoral Carcerária (em parceria com a sociedade de mulheres em nossa região) tem se disposto a anunciar de forma prática o amor de Cristo. Estamos presentes em 2 unidades penais femininas no Rio de Janeiro: Presídio Oscar Stevenson.

Doações de material de higiene pessoal tem sido entregues nestas unidades, como fruto da parceria da Sociedade de mulheres em nossa Região. Agradecemos a Deus pela vida e empenho de cada membro da sociedade de mulheres e pela dedicada equipe que compõem esta pastoral.

Compõem a equipe de evangelistas nas Unidades femininas as Pastoras (es) Edvandro Machado (Coordenador da Pastoral Carcerária), Selma Antunes, Laiza Gomes, Alexandre de Medeiros Pereira e Evangelistas Neuseli Silva de Freitas e Marcos Antonio de Moraes